PARECER CREMEC Nº 14/99

21/06/99

 

 

PROCESSO-CONSULTA CREMEC Nº 1626/99

INTERESSADO: Juizado de Direito da Comarca de Quixeramobim.

ASSUNTO: Até que ponto a hipertensão arterial e diabetes crônicas  impedem o paciente de exercer atividades do cotidiano.

RELATORES: Dr. José Nivardo Ferreira Lima (pela Câmara Técnica de

                       Cardiologia)

                       Dr. Renan Magalhães Montenegro (pela Câmara Técnica

                       de Endocrinologia)

 

 

EMENTA: Hipertensão arterial e Diabetes Mellitus de per si não constituem impedimento para o exercício de atividades do cotidiano; todavia, a depender de complicações severas, poderão constituir fatores de limitação e/ou impedimento de alguns tipos de atividade.

 

 

DA CONSULTA

 

                         Em resposta ao ofício de nº 649/99, datado de 12 de maio de 1999, por ordem de M.M. Juiz da 2ª Vara da Comarca de Quixeramobim, Bel. Antônio Alves de Araújo, as Câmaras Técnicas de Cardiologia e Endocrinologia reuniram-se no dia 31 de maio de 1999 e chegaram ao seguinte consenso:

  

 

DO PARECER

  

                        As patologias hipertensão arterial e diabetes mellitus de per si não constituem impedimento para o exercício de atividades do cotidiano. Todavia, a depender de complicações severas, tais como vasculopatia diabética periférica grave, insuficiência cardíaca congestiva, retinopatia diabética grave, seqüelas de A.V.C. (Acidente Vascular Cerebral), insuficiência renal grave e/ou outras seqüelas invalidantes decorrentes destas patologias, poderão constituir fatores de limitação e/ou impedimento de alguns tipos de atividade.

 

 

 

Fortaleza, 31 de maio de 1999.

 

 

 

   DrJosé Nivardo Ferreira Lima                                 Dr.Renan Magalhães Montenegro

CREMEC 2079 – Cardiologista                                 CREMEC 524 - Endocrinologista