PARECER CREMEC Nº 02/2009
03/01/2009

PROCESSO CONSULTA: Protocolo CREMEC Nº1885/06
ASSUNTO: Tratamento da Obesidade
PARECERISTA: CÂMARA TÉCNICA DE ENDOCRINOLOGIA

 

            Com base na prescrição (receita médica) contida no documento protocolizado no CRM sob o nº 1886/06, que associa hormônios da tireóide (tiratricol e liotironina) a outros componentes com a evidente intenção de tratamento de obesidade e, também, com base no rótulo que envolve o frasco contendo cápsulas aviadas pela farmácia de manipulação Pharmapele para a mesma paciente e prescritas pelo mesmo médico, a Câmara Técnica de Endocrinologia tem a seguinte posição:

  1. De acordo com a recente "Declaração do Rio de Janeiro" (Anexo 1) patrocinada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia (SBEM) e pela Associação Brasileira para Estudos sobre Obesidade (ABESO), em consonância com as mudanças propostas pela ANVISA (Anexo 2), em que se afirma não haver evidência científica para o uso de hormônios da tireóide no tratamento da obesidade e, mais ainda, que os hormônios da tireóide devem ser tratados como medicamentos de alto risco, NÃO MAIS SE DEVE PERMITIR A FORMULAÇÃO MAGISTRAL DOS HORMÔNIOS DA TIREÓIDE, NOMINALMENTE, TRIIODOTIRONINA (LIOTIRONINA), TETRAIODOTIRONINA, ÁCIDO TRIODOTIROACÉTICO (TRIAC) OU QUALQUER DOS SEUS DERIVADOS.

  2. Conforme Resolução do Conselho Federal de Medicina (Anexo 3) e Portaria 344 da ANVISA (Anexo 2), É VEDADA A PRESCRIÇÃO DE ANFETAMINAS QUANDO FEITA SIMULTANEAMENTE COM HORMÔNIOS DA TIREÓIDE E OUTRAS DROGAS.

  3. Ademais, o uso de marapuama, que contém substâncias que podem interagir com outras drogas (especialmente anfetaminas) no Sistema Nervoso Central, especialmente nos sistemas dopaminérgico e adrenérgico, é de alto risco, como já demonstrado em animais (vide Refs. Citadas abaixo).

 

Bibliografia:

 

 

Fortaleza, 03 de janeiro de 2009

 

Dr. Renan Magalhães Montenegro
Coordenador
CREMEC 524

Dr. Francisco de Assis Negreiros Colares
CREMEC 1672

Dra. Ana Elizabeth C. de Menezes Marinho
CREMEC 5047